Rádio Pains FM 87,9

Missão leva o amor de Jesus a sobreviventes da guerra no Sudão: ‘Deus é nossa força’

Missão leva o amor de Jesus a sobreviventes da guerra no Sudão: ‘Deus é nossa força’

A Samaritan’s Purse distribuiu cerca de 220 toneladas de alimentos para pessoas famintas no Cordofão, em meio à guerra no Sudão

A ação faz parte de uma iniciativa de ajuda emergencial, que vai para famílias em campos de refugiados espalhados pela região africana. 

Até agora, os carregamentos foram entregues a mais de 20 mil homens, mulheres e crianças em situação desesperada, com comboios adicionais a caminho.

Segundo a Samaritan’s Purse, mais de 700 mil pessoas procuraram refúgio na região após fugirem do conflito que envolveu o Sudão no ano passado.

No Cordofão, que fica no sul do país, uma colheita fracassada de sorgo (um tipo de cereal) e o súbito aumento da população agravaram a crise alimentar da região. As crianças estão entre as mais vulneráveis ​​e enfrentam desnutrição grave.

Forçada a fugir

Amira* é uma mãe que passa os dias angustiada sem saber se os filhos estão vivos. Há apenas dois meses, ela escapou da sua cidade natal, no sul do Sudão, depois que as forças armadas invadiram as ruas, violaram mulheres apanhadas no exterior e mataram homens indiscriminadamente. 

No entanto, três de seus sete filhos estavam do outro lado da cidade, na casa de sua irmã.

Ao fugir, ela pegou seus quatro filhos em casa e foi para o deserto. Durante dois dias, Amira e os seus filhos buscaram refúgio e segurança.

“Eu não durmo. A cada momento penso nos meus filhos e se eles estão vivos”, disse Amira. 

De acordo com a Samaritan’s Purse, ela não teve contato com a irmã ou com o marido, que foi arrastado para o conflito. Agora, Amira vive com quatro dos seus filhos num campo de deslocados no Cordofão. 


A missão distribuiu 220 toneladas de alimentos. (Foto: Reprodução/Samaritan’s Purse)

Apesar do desespero, há esperança para Amira e muitos como ela. Muitas pessoas deslocadas estão recebendo cestas básicas, cuidados médicos e orientação sobre saneamento e higiene, e o principal, a ministração do Evangelho.

“Este é um alimento que salva vidas”, disse Nkosana Lawrence Sengwayo, consultor técnico para assistência alimentar da Samaritan’s Purse. 

“Fiquei surpresa e muito feliz”, relatou Amira.

‘Deus não se esqueceu’

À medida que o conflito continua em todo o Sudão, multidões de pessoas chegam aos campos todos os dias com fome e doenças.

A Samaritan’s Purse informou que continuará enviando caminhões com alimentos, instalando banheiros e perfurando poços.

“Essas pessoas estão escapando dos combates. Eles não têm para onde ir e ninguém para ajudá-los”, afirmou um líder comunitário. 

Para Amira, a comida trazida pela Samaritan’s Purse é como um lembrete de que Deus não a esqueceu.

“Acredito que tudo o que aconteceu foi a vontade de Deus”, disse ela.

“A Bíblia diz que haverá guerra, fome e sofrimento, mas podemos encontrar força em Deus”, concluiu.

*Nome alterado por motivo de segurança

 

NOTÍCIAS MAIS LIDAS